Home > Ballet > Ballet Clássico

Ballet Clássico

O Ballet clássico é um estilo de dança que se originou nas cortes da Itália e teve seu início em pleno Renascimento, no século XV apresentando graciosos movimentos de cabeça, braços e tronco e delicados movimentos de pernas e pés.

Na França iniciou com o Ballet "Ballet Cômico da Rainha", em 1533. A partir de então o Ballet se tornou muito popular nas cortes francesas que se tornou o cenário ideal para florescer o Ballet. O primeiro grande Maître de Ballet (mestre de dança) foi Charles-Louis-Pierre de Beauchamps que foi responsável pela criação das cinco posições básicas dos pés no balé.

O Ballet se expandiu de Paris para São Petersburgo, na Rússia. Serge Diaghilev iniciou a era do período de ballet moderno.

Neste cenário apareceram artistas como Pavlova, Nijinsky, entre outros. Foi o impulso inicial para a geração da Escola Russa de Ballet, que se espalharia pelo mundo a fora. Na década de 60 foi inaugurado o Bolshoi, até hoje celebrado em todo o mundo.

A escola Bolshoi veio para o Brasil em 2000, quando o diretor do Teatro Bolshoi Vladimir Vasiliev, escolheu a cidade de Joinville em Santa Catarina, para sediar a escola Bolshoi que é a única Escola do Bolshoi fora da Rússia.

No Brasil o primeiro espetáculo de balé clássico foi montado em 1813, no Rio de Janeiro, nos palcos do Real Teatro de São João, com a direção de Lacombe. Foi então nascendo talentos como os de Dalal Achcar, Márcia Haydée, Tatiana Leskova, Ana Botafogo, entre outros.

No Brasil a dança contemporânea teve o seu início em meados da década de 40, por meio do casal Klauss Vianna.

Os estilos mais conhecidos de ballet são o método russo, o método italiano, o método Balanchine e o método Royal Academy of Dance. O Studio Dizioli de dança oferece aos seus alunos aulas de Ballet nos métodos Russo e Royal venham conhecer os profissionais e o espaço deste núcleo de dança.

Foto da aula de Ballet Clássico

Ballet Clássico no Studio Dizioli está dividido em:

O Studio Dizioli oferece o certificado de conclusão do curso formativo de Ballet Clássico após 9 anos. Está dividido em:

Baby Class – Crianças de 3 a 5 anos.

Pré- Ballet – Crianças de 6 e 7 anos.

Iniciante I - Crianças na faixa etária de 8 a 9 anos.

Iniciante II - Crianças na faixa etária de 10 a 11 anos.

Intermediário I – Crianças na faixa etária de 12 a 13 anos – alunas com habilidades de técnica para iniciar o estudo das pontas.

Intermediário II – Jovens de 14 a 16 anos.

Avançado I.

Avançado II.

Obs.: Não existe idade ideal para uma aluna usar sapatilha de ponta. Depende sim de força, técnica, frequência de estudo e aprovação de um professor

BABY CLASS e PRE-BALLET

Crianças trabalham de forma lúdica e criativa. O desenvolvimento da criança é a consequência da interação do seu corpo com o ambiente em que vive. As aulas de ballet são criativas, dinâmicas e variadas utilizando recursos didáticos que possam facilitar o aprendizado como: histórias, músicas apropriadas, objetos e adereços (bolas, arcos, balões, elásticos, etc.). A aluna terá noções de consciência corporal, espaço, coordenação motora, musicalidade, criatividade, socialização.

Iniciante I e II

Nesta etapa a(o) aluna (o) terá conhecimentos do método inglês da Royal Academy e depois o estudo será apresentado no método Russo.

Trabalha o alongamento e flexibilidade.
Exercícios posturais e de alongamento.
Preparação muscular e ortopédica.
Aprendem-se direções de tronco, quadril, posições de braços e pés.
Passos na barra centro e diagonais.
Contribui com exercícios de concentração e memorização.
Desenvolvimento de hábitos de disciplina.
Melhora a postura.
Contribui para o aumento da autoestima e diminuição da timidez.
Musicalidade.

Intermediário I e II

Trabalho inicial para o uso de sapatilha de ponta.

São introduzidos elementos teóricos. O conteúdo teórico abrange conhecimentos de história da dança, ballets de repertório, principais companhias e bailarinos do mundo, nomenclatura referente à série do aluno (significado, escrita e pronúncia), anatomia voltada para dança.

As alunas (os) terão então noções da consciência corporal, espaço, tempo, dinâmica do movimento, coordenação motora, psicomotricidade, equilíbrio, memorização, musicalidade, concentração, criatividade, socialização. Exercícios posturais e de alongamento.

Contribuir para o desenvolvimento de hábitos de disciplina e estimular o amor ao estudo desta especialidade, fazendo uso do trabalho de educação do movimento dinâmico, variado e criativo, tornando o aprendizado mais produtivo e apaixonante.

Avançado I e II

Anos de plenitude técnica, as bailarinas tem capacidade para prestar audições e ministrar aulas. Tem rápida absorção da técnica em aulas de alto nível de dificuldades. Alcançam maturidade que as fazem quere seguir o caminho maravilhoso da dança quando forem bailarinas profissionais ou professoras e coreografas. Dominam todos os passos, conhecem a nomenclatura, dinâmica e fundamentos do Ballet.

Aulas de técnica de pontas.
Aulas de Pas De Deux.
Aulas de Variação de Repertório.

VEJA MAIS FOTOS:

Foto da aula de Ballet Clássico
Foto da aula de Ballet Clássico
Foto da aula de Ballet Clássico
Foto da aula de Ballet Clássico